Ferraz capacita 120 servidores sobre Sífilis

Ferraz capacita 120 servidores sobre Sífilis

A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos realizou nesta terça-feira, 12 de junho, uma capacitação sobre Sífilis com aproximadamente 120 servidores da rede municipal. Com palestras ao longo do dia, os temas abordados foram notificações, tratamento, fluxo de pacientes, estudos de casos e outras orientações.

De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde, Karina Rente, a necessidade da formação surgiu frente aos número de Sífilis que vêm aumentando em todo o Brasil, não sendo diferente em Ferraz. Hoje, o município trata 48 homens e 53 mulheres com a doença. “Já que agora existem medicamentos para combater HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis, as pessoas estão deixando de usar o preservativo, principalmente os jovens”, afirmou Karina.

Para alertar sobre estes números e promover a maior eficiência no atendimento a pacientes potenciais da Sífilis em gestantes, Adquirida e Congênita, a formação foi realizada por meio das ministrações da biomédica Mika Ifozaki Kuno, do médico infectologista, Samir Abdul Fattah, da farmacêutica e interlocutora da Sífilis em Ferraz, Ironi Maronde, da médica pediatria Simone Barreto Fornazza, e da enfermeira Valquiria Santana, que deu um bônus aos presentes falando sobre Hanseníase.

Segundo secretário da Saúde ferrazense, Eduardo Di Lascio, esta capacitação foi importante visto que muitos pensavam que a Sífilis era uma doença já erradicada. “Por um tempo esquecemos da Sífilis, mas observamos que ela voltou com toda força. Os números são preocupantes, por isso orientar da forma correta cada servidor nosso é fundamental, tanto para o diagnóstico, quanto para o tratamento, que quanto mais precocemente começar, melhor. O prefeito Zé Biruta (José Carlos Fernandes Chacon) tem apoiado muito ações neste sentido, visando a diminuição do índice. E lembrando, a Sífilis tem cura”, ressaltou o titular.

TEXTO: Leticia Riente

FOTOS: Aurélio Alves / DeCom Ferraz