Agentes Comunitários de Saúde retomam atividades em julho em Ferraz

Agentes Comunitários de Saúde retomam atividades em julho em Ferraz

A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos antecipou as férias de 67 agentes comunitários de saúde para este mês de junho. O objetivo da decisão é ter 100% da equipe presente e ativa em julho, quando as atividades nos postos de saúde devem ser retomadas. A pausa destes profissionais é de 30 dias.

A pasta tem programado a volta de vários atendimentos no mês que vem, levando em consideração questões de segurança frente ao novo coronavírus, curva de casos e pensando em todos os cuidados necessários. Por já possuir demanda de atendimentos reprimida por conta da paralisação dos atendimentos ordinários nos postos, a Saúde ferrazense visa ter a totalidade das equipes quando as especialidades forem retomadas.

Ainda de acordo com a Secretaria, vale destacar que as férias dos agentes não prejudica os atendimentos que ainda estão sendo realizados nas unidades neste mês, pois tanto das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), quanto nas unidades da Estratégia da Saúde da Família (ESFs) contam com corpo de enfermeiros, médicos, etc., para continuar a atender os casos prioritários e de urgência.

De acordo com o titular da pasta, Aloísio Lopes Priuli, o volume de trabalho destes profissionais já havia sido diminuído, objetivando a segurança dos mesmos e dos pacientes. “Os agentes comunitários de saúde são os servidores que realizam consultas domiciliares, o que já havia sido cortado para evitar o contágio pela Covid-19, principalmente para pessoas acamadas, que são os pacientes alvos destas visitas.  Durante este tempo, eles têm tido novas atribuições nos postos de saúde, mas chegou a hora de darmos estas férias coletivas para que todos estejam 100% presente e centrados para a retomada de alguns dos nossos atendimentos”, afirmou Priuli.

“Para esta decisão, tivemos como base não só o decreto municipal que permite que as secretarias municipais antecipem as férias de seus servidores, mas também as orientações do Ministério da Saúde, que preconiza os atendimentos que podem ser ou não oferecidos durante esta pandemia. Estamos certos de que esta ação nos dará bons frutos em breve, quando a população poderá voltar a usufruir normalmente dos serviços dos postos de saúde”, disse o prefeito José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta, sobre como a decisão foi fundamentada.

 

TEXTO: Leticia Riente – MTB: 87999

FOTOS: Aurélio Alves – MTB: 85280 / DeCom Ferraz.