Ferraz renegocia dívida com a Sabesp

Ferraz renegocia dívida com a Sabesp

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos renegociou hoje (10 de maio) parte da dívida com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A reunião que acertou os detalhes do parcelamento de aproximadamente R$ 13 milhões em 276 vezes, foi realizada no gabinete do prefeito, na Vila Romanópolis.

O valor é referente aos débitos que ainda não estão em fase de cobrança judicial (ajuizados) e que ainda sofrerá diminuição no número final por conta de um abatimento de parte da dívida que já foi paga nos meses de janeiro, fevereiro e março. No total, a Prefeitura tem uma dívida com a Companhia de aproximadamente R$ 66 milhões deixada pelas gestões passadas. O resto do montante também poderá ser parcelado em breve.

Com a negociação já finalizada, o próximo passo é que o projeto seja enviado à Câmara Municipal e aprovado pelos vereadores. Com a permissão para o parcelamento, a Prefeitura pode tirar o nome do município do Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) e obter a Certidão Negativa de Débitos (CND) novamente, assim, limpando o nome da cidade, o que possibilita melhores oportunidades de investimentos em Ferraz.

Também na ocasião, que contou com a presença da equipe técnica da Sabesp, bem como com a participação da secretária de Fazenda, Silvana da Silva, com o titular de Assuntos Jurídicos, Cláudio de Albuquerque Grandmaison e com o secretário de Governo, Haroldo Camargo, outras questões pontuais foram tratadas para a melhor distribuição de água e tratamento de esgoto na cidade.

Além disso, o superintendente da Sabesp, Márcio Gonçalves de Oliveira, deu as boas-vindas ao prefeito e se colocou à disposição para outras renegociações e para firmar parcerias para que os problemas da cidade referente a Companhia sejam resolvidos. Em contrapartida, o prefeito Zé Biruta agradeceu a visita e ressaltou que cumprirá com o acordo feito. “Não adianta a gente negociar mais do que podemos pagar, por isso negociamos uma parte pelo menos para poder honrar com isso. Aos poucos vamos colocando tudo no seu devido lugar”, afirmou o chefe do Executivo.

TEXTO: Leticia Riente
FOTOS: Aurélio Alves / Secom Ferraz