Ferraz capacita professores sobre educação ambiental

Ferraz capacita professores sobre educação ambiental

A Secretaria de Educação de Ferraz de Vasconcelos promoveu na manhã desta sexta-feira (1º de setembro) uma palestra com cerca de 30 professores da rede municipal de ensino, que teve como tema “Arborização Urbana”. A formação ocorreu no Centro de Integração e Cidadania (CIC), no Parque São Francisco e faz parte das atividades do projeto de educação ambiental desenvolvido durante todo o ano pela pasta.

Por meio da palestra do servidor do Ministério Público Federal e fundador de vários projetos que visam a proteção ambiental, Danilo Bifone, os professores multiplicadores poderão levar para as suas respectivas unidades, técnicas de plantio e identificação de espécies nativas e invasoras, objetivando a observação dos espaços existentes nas escolas, para a conservação de árvores e melhora em seus aspectos.

De acordo com o coordenador técnico de projetos da Educação e presidente do Conselho Municipal de Educação, Reginaldo da Silva Oliveira, os conhecimentos adquiridos na palestra são fundamentais para a conservação do meio ambiente e para o aumento da longevidade de espécies. “É importante que os multiplicadores conheçam técnicas de arborização urbana para que as possibilidades e materiais disponíveis na escola sejam melhor aproveitados em relação a preservação da natureza. Essas pequenas ações trazem enormes resultados”, afirma Oliveira.

Educação Ambiental

O projeto de educação ambiental começou no início do ano na cidade, tendo como público-alvo professores que dão aula da educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas municipais. Os docentes participam das capacitações e no último dia de cada mês apresentam aos alunos, equipe gestora da escola e à comunidade, o que foi aprendido em cada formação, assim tornam-se multiplicadores.

Além disso, a Secretaria de Educação acompanha o trabalho desenvolvido pelos multiplicadores nas escolas por meio de visitas técnicas e ainda oferece o apoio para o crescimento de ações que envolvam a preservação do meio ambiente dentro nas unidades de ensino. Com isso, aproximadamente 22 mil alunos são ensinados e orientados sobre a conservação da fauna e flora.

Segundo o coordenador de projetos da Educação, Reginaldo Oliveira, a intenção é que cada ciclo de multiplicadores dure um ano. “Em novembro, faremos nosso encerramento com um livro que vai ter todas a ações desenvolvidas em 2017 no projeto. No começo do ano que vem queremos capacitar outros professores. Temos visto que este projeto tem dado resultado. Muitas escolas colocaram em prática iniciativas ambientais com matérias recicláveis e plantio de hortas, promovendo a mudança de hábitos e comportamento para uma melhor qualidade de vida”, ressaltou.

TEXTO: Leticia Riente
FOTOS: Aurélio Alves / Secom Ferraz