Ferraz realiza reintegração de posse no Jardim Brígida

Ferraz realiza reintegração de posse no Jardim Brígida

O Poder Judiciário de Ferraz de Vasconcelos realizou na manhã desta segunda-feira (13 de novembro) uma reintegração de posse na Estrada João Gaspar Delgado, no Jardim Brígida. Com o apoio da Prefeitura, a ação foi pacifica e retirou mais de 60 famílias do local. Apesar de ser um terreno particular, o Poder Executivo auxiliou na iniciativa por conta de ser uma Área de Proteção Permanente (APP).

Na oportunidade, mais de 200 pessoas estiveram envolvidas entre os militares da 3ª Companhia do 32º Batalhão da Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), Guarda Civil Municipal (GCM), oficiais de justiça, bombeiros, e servidores da Defesa Civil, das Secretarias Municipais de Obras Públicas, Planejamento, Habitação, Governo, Transporte e Mobilidade Urbana, Promoção e Desenvolvimento Social, Serviços Urbanos, Saúde, bem como da Coordenadora Técnica de Iluminação Pública (CTIP), além do apoio de outras empresas concessionárias de serviços na cidade.

Um levantamento das famílias foi realizado por meio de um cadastro e a Prefeitura disponibilizou em torno de 10 caminhões, mais funcionários, para ajudar no transporte de móveis neste domingo, para as famílias que quisessem sair voluntariamente, e também durante a ação. Para evitar que aconteça de novo, o proprietário do terreno cercará a área e desenvolverá o planejamento de um polo industrial.

De acordo com o secretário de Obras Públicas, Antônio Carlos dos Santos Ferreira, a operação foi um sucesso por conta das ações que aconteceram antes. “Nós já havíamos tido reuniões com os moradores e um pré-estudo no local havia sido realizado, onde inclusive pneus e garrafas que serviriam como coquetel molotov foram apreendidas. Apesar de alguns moradores terem ateado fogo em um barraco, a ação foi organizada, sem violência e cumprimos o que fomos fazer lá”, afirmou Ferreira.

O titular de Governo, Claudinei Valdemar Galo, parabenizou a organização e agradeceu pela dedicação de todos que ajudaram. “Tentamos que isso acontecesse de forma voluntária antes, mas como não foi possível, cumprimos a ordem judicial com êxito, e gostaria de parabenizar todos os envolvidos pela organização”, concluiu.

TEXTO: Leticia Riente

FOTOS: Aurélio Alves / Secom Ferraz