Ferraz encerra ciclos de capacitações inclusivas

Ferraz encerra ciclos de capacitações inclusivas

A Secretaria de Educação de Ferraz de Vasconcelos promoveu nesta quinta-feira (7 de dezembro) o encerramento das capacitações “Ações Inclusivas”. O evento ocorreu no Palácio da Uva Itália, na Vila Romanópolis, e contou com a participação de aproximadamente cem professores da rede municipal de ensino, que desenvolveram uma atividade que transmitiu o que os ciclos de formações significaram para a escola em que atuam.

A ação, que teve início em agosto deste ano, teve como objetivo realizar estudos de casos que acontecem dentro das unidades de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e na Educação de Jovens e Adultos (EJA), visando criar estratégias de inclusão e mudança de hábitos escolares frente ao aluno com deficiência. Foram três ciclos de formação e os encontros ocorreram na Escola Municipal de Ensino Especial (Emee) Monteiro Lobato. A iniciativa reuniu diretores, inspetores, merendeiras, professores, agentes escolares, coordenadores, entre outros, de 24 escolas municipais.

No encerramento, os professores, por meio de desenhos, mostraram um pouco sobre como as formações ajudaram os alunos e as escolas, além de acompanharem um vídeo de retrospectiva das capacitações e ainda realizarem uma auto-avaliação. Também na oportunidade, foi anunciado a intenção de continuar as capacitações no ano que vem para que mais escolas da cidade sejam contempladas, visto que Ferraz possui 60 unidades municipais de ensino.

A secretária municipal de Educação, Valéria Eloy da Silva Kovac, ressalta a importância dessa formação e do olhar inclusivo dentro da escola. “Queremos ajudar não só na vida acadêmica do aluno com deficiência, mas também no convívio social. O alvo é olhar este aluno primeiro como pessoa, e depois sua deficiência. É um belo trabalho que com certeza daremos continuidade”, afirmou a titular.

Vale lembrar que na próxima semana, Ferraz levará o plano de ações desenvolvidas para compartilhar com mais oito município do Estado, em um instituto especializado em práticas educacionais inclusivas.

TEXTO: Leticia Riente

FOTOS: Aurélio Alves / Secom Ferraz