Saúde

Ferraz vacina mais de 1,3 mil na última semana

Ferraz de Vasconcelos vacinou contra a gripe mais de 1,3 mil pessoas na última semana. O resultado foi possível por meio de duas ações que a Vigilância Epidemiológica promoveu entre os dias 18 e 22 de junho: a vacinação nas creches municipais e uma ação na Praça da Independência, no Centro. Mesmo com este número, a Secretaria Municipal de Saúde ressalta que a procura pela dose é abaixo do esperado.

Ferraz realiza ação contra a gripe nesta sexta-feira

A Vigilância Epidemiológica de Ferraz de Vasconcelos promoverá nesta sexta-feira (22 de junho), das 13 às 19 horas, a vacinação contra a influenza H1N1, na Praça da Independência, no Centro. A intenção é aumentar a procura pela imunização e alcançar a meta de 33.990 vacinados. Qualquer pessoa poderá tomar a vacina, visto que nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) também já está aberto para o público no geral. Para o

Secretário acompanha reparos em postos de saúde de Ferraz

O secretário de Saúde de Ferraz de Vasconcelos, Eduardo Di Lascio, acompanhou nesta terça-feira (19 de junho) a troca da lâmpadas que ocorreu no Pronto Atendimento Infantil (PAI), no Parque São Francisco, e na Unidade Básica de Saúde (UBS) “Mário Squizato”, na Vila das Nações. Além disso, o titular recebeu demandas dos funcionários e deu respaldo de reclamações e dúvidas. No PAI, nove lâmpadas e dois reatores foram trocados. O

Vacinação contra gripe é prorrogada em Ferraz até dia 22

A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos prorrogou a campanha de vacinação contra a gripe até o dia 22 de junho. A decisão foi tomada depois de orientação do Ministério da Saúde. Na cidade já foram vacinadas 19.543 pessoas dos grupos prioritários, o que representa 54,57% da meta a ser alcançada, e 12 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) estão oferecendo as doses no município. A meta municipal de imunização

Ferraz capacita 120 servidores sobre Sífilis

A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos realizou nesta terça-feira, 12 de junho, uma capacitação sobre Sífilis com aproximadamente 120 servidores da rede municipal. Com palestras ao longo do dia, os temas abordados foram notificações, tratamento, fluxo de pacientes, estudos de casos e outras orientações. De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde, Karina Rente, a necessidade da formação surgiu frente aos número de Sífilis que vêm aumentando